IMG_6791

Conheça 4 mitos sobre o Pilates

Existem alguns mitos sobre o Pilates que são muito disseminados por todas as partes. A popularidade do método também gera algumas dúvidas e interpretações distorcidas sobre as características e funções dessa prática no corpo. Por isso, no post de hoje vamos falar sobre esses mitos, confira:

IMG_6997

1- O Pilates é exclusivo para mulheres

Apesar das mulheres estarem muito presentes nas aulas de Pilates, esse não é um método exclusivamente feminino. Ele foi criado por um homem, Joseph Pilates, para ajudar soldados a se exercitarem nos campos de concentração da Primeira Guerra Mundial. Os exercícios e aparelhos se adaptam a diferentes níveis de condicionamento e podem desafiar muito a musculatura dos homens. O Pilates fortalece os músculos abdominais e ajuda no controle e no equilíbrio do corpo.

IMG_7025

2- Pilates é um método muito fácil

Tem gente que acredita que os exercícios do Pilates são muito fáceis. Na verdade, ele pode ser mais leve ou mais difícil, depende do nível do praticante e de suas necessidades. O método pode ser adaptado para diferentes perfis, desde o sedentário até para quem frequenta academia todos os dias. O Pilates tem sequências desafiadoras até para os atletas mais experientes, já que utiliza princípios de equilíbrio e consciência corporal para trabalhar todo o corpo. Além disso, ele trabalha a qualidade do movimento, focando na concentração e não na quantidade ou na velocidade das repetições.

IMG_3617

3- Pilates e Yoga são iguais

Muitas pessoas acham que o Pilates e a Yoga são a mesma coisa, pois trabalham com movimentos lentos e exigem concentração e consciência corporal. Mas elas são práticas bem diferentes. A Yoga prega a harmonia corporal, mental e espiritual. Seus exercícios promovem a flexibilidade, mas são uma forma de elevação espiritual. O Pilates usa a concentração e o equilíbrio para fortalecer a musculatura e realinhar a postura, prevenindo lesões, por exemplo.

IMG_6803

4- Qualquer um pode ensinar Pilates

Para ser instrutor, é preciso ter formação no método Pilates e registro como Educador Físico ou Fisioterapeuta. A formação no método também não se baseia em cursos de fim de semana. Para ensinar Pilates é preciso estudar muito, conhecer a anatomia, as patologias e habilidades do corpo. É muito importante ter um instrutor qualificado para garantir bons resultados, evitar lesões e problemas futuros com a saúde do seu corpo.

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter para receber novidades todas as semanas, prometemos só mandar coisas legais :)



Quer mais informações?

Preencha seus dados abaixo para que não haja dúvidas :)





Champagnat

R. Edmundo Saporski, 80

41 3029-1785